Santa Casa de Misericórida Carolina Malheiros – São João da Boa Vista

Pacientes se recuperam da Covid e agradecem atendimento da Santa Casa

A estrutura da Santa Casa de Misericórdia Dona Carolina Malheiros para quem depende de utilização da área de isolamento Covid-19 — enfermarias e Unidade de Terapia Intensiva (UTI) — tem sido motivo de agradecimento por pacientes e familiares. Embora seja elevado o volume de internações durante a pandemia, o trabalho e esforço da equipe de profissionais do hospital têm gerado resultados satisfatórios, com suporte da Mesa Diretora.

Em uma das situações, após receber alta médica, o paciente Murilo Ribeiro, internado via Sistema Único de Saúde (SUS), para tratar da doença provocada pelo novo coronavírus, comemorou vitória contra a Covid. A sogra dele, que acompanhou os momentos difíceis do genro, enalteceu o apoio obtido nos dias críticos. “Venho aqui agradecer primeiramente a Deus pela recuperação do Murilo. Não posso deixar de mencionar aqui o lindo trabalho que [os profissionais] estão realizando. Desde o pessoal da limpeza, da cozinha, auxiliares e técnicos, até os fisioterapeutas e médicos”, completou Cristina Albuquerque.

Dados registrados pela Santa Casa apontam que de janeiro a junho deste ano foram realizadas 734 internações de pacientes de São João e de outros 16 municípios da região. A enfermaria atendeu 550, enquanto que a UTI recebeu 164 pacientes.

A área de isolamento Covid-19 da Santa Casa reúne 24 leitos de enfermaria e 12 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Segundo explica a gerente de enfermagem, Cintia Carla Mometti, a enfermaria é voltada para pacientes sem gravidade, porém, que dependem de suporte de oxigênio, medicamentos intravenosos e acompanhamento de médico, que envolve enfermagem e fisioterapia. “Temos algumas ferramentas que nos ajudam nessa assistência, com base em evidência científica. Se o paciente piora e precisa ir para a UTI, temos outros equipamentos como respirador, monitor e bomba de infusão. A nossa enfermaria atende São João, Aguaí e Águas da Prata, e a UTI pacientes de São João e região”, afirmou.

Luiz Gustavo também superou a doença e escreveu uma carta agradecendo pela ajuda. “O que não me fez desistir de acreditar foram meus amigos e familiares, e esses anjos que trabalham aqui na Santa Casa, [em especial as] enfermeiras que me deram a maior atenção e dedicação”, elogiou.

A estrutura de profissionais engloba um médico intensivista a cada 12 horas, dois médicos na enfermaria, 2 enfermeiros, 25 técnicos na UTI e 39 técnicos na enfermaria.

Outra carta endereçada ao hospital foi escrita por Antonio Cesar, recuperado da Covid. “Venho expressar minha gratidão aos funcionários de todos os setores, sem exceção pelo cuidado, acolhimento, paciência e incentivo que recebi no período que estive internado. Vocês me encorajaram e me fizeram acreditar que eu iria melhorar. Deus dê muita saúde a todos”, disse Antonio Cesar.

“Quando a gente vê o paciente que internou e recebeu alta é gratificante. E saber que o que a gente fez teve um benefício e tocou o coração é muito maior. A ideia é atender sempre melhor, com respeito acima de tudo”, concluiu a gerente de enfermagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *