Santa Casa de Misericórida Carolina Malheiros – São João da Boa Vista

Santa Casa faz aniversário de 123 anos

Hospital de São João da Boa Vista atende 80% dos pacientes via Sistema Único de Saúde

Há 123 anos, em 6 de agosto de 1899, a Santa Casa de Misericórdia Dona Carolina Malheiros abria as portas. Desde a inauguração, no fim do século 19, a prioridade de atendimento sempre esteve voltada aos pacientes com menor condição financeira. ASSISTA AO VÍDEO AQUI. 

Nos dias atuais, o hospital de São João da Boa Vista atende 80% dos pacientes via Sistema Único de Saúde (SUS). No último balanço anual, por exemplo, foram 44.153 atendimentos ambulatoriais, 4.139 internações clínicas e 3.925 internações cirúrgicas, tendo a maioria pela rede pública.

Com o crescimento da cidade, a Santa Casa evoluiu e se tornou referência para 20 municípios da região. A estrutura engloba três andares (10.650 m²) distribuídos em 14.000 m² de área. Ao todo, são 161 leitos disponíveis. A Maternidade tem quase 30 leitos e as enfermarias somam perto de 70 acomodações.

A Unidade de Terapia Intensiva (UTI) tem 10 leitos, mas os números vão aumentar porque mais 10 leitos serão entregues, após parceria firmada entre Santa Casa, Prefeitura e Departamento Regional de Saúde (DRS-14).

Verbas municipais, estaduais e federais, além de doações da iniciativa privada e suporte da Irmandade ajudam o hospital a permanecer de portas abertas. “São 20 municípios que nós atendemos. Não temos mais endividamento, muito pelo contrário, e estamos conseguindo manter todas as contas em dia”, afirmou o diretor geral, Carlos Guisasola.

São 550 colaboradores trabalhando na instituição hospitalar. Enfermeira no Centro Cirúrgico, Suely Soares Domingos é funcionária há quase 43 anos. “Agradeço primeiramente a Deus por manter essas portas abertas e por eu fazer parte da enfermagem”, exalta.

A técnica de enfermagem Zilda Custódio Procópio (Ala Executiva) tem o mesmo tempo de atuação. “Vi o crescimento da Santa Casa e sou muito grata. Teve muito desenvolvimento com essa administração, e hoje temos ótima UTI, Centro Cirúrgico, Oncologia e muitas melhorias”, afirmou.

O corpo clínico reúne médicos experientes e especialistas. Um deles é o pediatra Dr. Miguel Biazzo, que atende no hospital desde 1975. “A maioria da população já passou por aqui. Eu devo muito a essa Santa Casa. Recebi muito carinho e agradeço a todos os funcionários, técnicas de enfermagem, colegas médicos e a administração”, concluiu.

A Mesa Diretora do hospital (Adm. 2020/2023) é atenta a todas as decisões importantes. Por isso, reuniões são realizadas com frequência para sugestões de melhorias. “Nesse dia que completamos 123 anos, quero agradecer a todos os nossos funcionários, extremamente dedicados, ao corpo clínico, prestadores de serviço e benfeitores dessa tão importante entidade. Parabéns Santa Casa Carolina Malheiros”, parabenizou o provedor, Marcio Franciolli.

História da Santa Casa 

No fim do século 19, em 1891, Carolina Augusta dos Santos Malheiros Vasconcellos, nascida em Mogi Mirim (SP), teve a iniciativa de doar, em testamento, a quantia de 30 contos de réis para a compra do terreno.

A ideia era que o prédio fosse edificado na região central da cidade (próximo ao antigo Fórum), no entanto, autoridades sanitárias da época não permitiam que um hospital funcionasse em área de grande circulação de pessoas.

Diante do impasse, anos mais tarde, o casal Conrado Marcondes de Albuquerque e Gertrudes da Silveira Franco doou dinheiro para a compra de outro terreno, dessa vez, em região mais afastada (hoje a Vila Conrado). Passado todo esse tempo, a Santa Casa Carolina Malheiros permanece na mesma área, tendo o acesso principal pela rua que recebe o mesmo nome da homenageada.

Acompanhe outras informações no Instagram (santacasasaojoao), facebook (santacasacarolinamalheiros) e Youtube.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *